Poderei ter filhos?
Para as Pessoas que vivem com o VIH
Poderei ter filhos?

Muitas mulheres sentem que, por serem ou por terem um parceiro seropositivo, não podem ter filhos. Se for o seu caso, deve ter conhecimento de algumas informações, para ajudá-la a tomar a decisão de engravidar ou não. São elas:

- Quando os dois elementos do casal estão infetados pelo VIH, as relações sexuais sem preservativo representam um risco acrescido porque existem diferentes estirpes de VIH. Se a pessoa é re-infetada com uma estirpe diferente, pode tornar-se mais difícil desenhar um tratamento antirretroviral eficaz.

- Se uma mulher infetada quer ter filhos com um parceiro que não é infetado e se não tiverem sexo protegido, coloca o seu companheiro em risco à infeção pelo VIH. Por isso, para conseguirem que a mulher engravide, muitos casais sero-discordantes tentam a inseminação artificial.

- Ao contrário, se for o homem que está infetado pelo VIH e a mulher não, alguns casais usam uma técnica conhecida por "lavagem de esperma", que envolve a separação dos espermatozoides do sémen. No entanto, essa técnica é cara e não está disponível na maior parte do mundo.

Kamal Mansinho
Kamal Mansinho
  Como refere, Kamal Mansinho, infeciologista português: "Se o homem estiver infetado e a mulher não, existem técnicas de reprodução medicamente assistidas que permitem diminuir o risco para a mulher no ato da conceção. Existem técnicas de lavagem de esperma que permitem reduzir, mas não anular, o risco de transmissão de VIH à mulher não infetada. Em certas situações muito bem acompanhadas e estudadas, quando a carga viral do homem é inferior a 50 cópias, e ele não tenha uma doença que aumente transitoriamente este valor, pode-se assistir o casal na perspetiva de definir relações sexuais durante o período fértil de modo que a gravidez possa ocorrer.

Mas não há garantia de que a infeção não ocorra e por isso esta escolha deve ser muito bem ponderada pelo casal. O risco de transmissão com as técnicas de lavagem de esperma é muito mais baixo do que o risco da transmissão por indivíduo com menos de 50 cópias."

Garantir que o feto não seja infetado pelo VIH, deve ser a prioridade para uma grávida infetada. Tratamentos eficazes estão disponíveis para prevenir a transmissão vertical do VIH de mãe para filho, durante a gravidez, parto e pós nascimento, como a amamentação.

"No caso de uma mulher infetada, o risco de transmissão da grávida para o recém-nascido, nos países onde esses tratamentos estão disponíveis, como em Portugal e na maior parte dos países industrializados, é inferior a 5%. Segundo alguns autores, pode até ser estimado entre os 0% e os 3%. Por exemplo, é menos provável a criança ser contagiada pelo VIH materno do que pelo vírus da hepatite B da mãe. No caso de infeção por VIH, é possível iniciar um tratamento anti retrovírico nas mulheres grávidas infetadas. Deve-se acompanhar a gravidez de forma que a carga viral, isto é, a quantidade de vírus que a grávida tem a circular no sangue, seja abaixo da técnica de deteção, que está quantificada nas 50 cópias. O ideal é conseguir-se manter este parâmetro ao longo de toda gravidez. O maior risco ocorre durante o parto, mas os hospitais já estão preparados para que se reduza a contaminação ao mínimo nesse momento, nomeadamente através de cesarianas."
Kamal Mansinho, diretor de infeciologia do Hospital Egas Moniz.

VIH, gravidez e saúde da mulher 2012, publicações GAT
Índice
Introdução
Conhecimentos de base e perguntas gerais
Proteger e assegurar a saúde da mãe
Transmissão mãe-filho
Planear a gravidez
Cuidados pré-natais e tratamento para o VIH
Medicamentos ARV durante a gravidez
Resistências, monitorização e outros testes
Medicamentos ARV e saúde do bebé
Escolha entre parto vaginal e parto por cesariana
Depois do nascimento
Amamentação do recém-nascido
Dicas para ajudar a adesão
Direção-Geral da Saúde - Circular Normativa
Ter um bebé
Muitas mulheres que vivem com VIH engravidaram sem que ocorresse transmissão da infeção ao bebé. No entanto, é necessário saber que:

Se é uma mulher que vive com VIH
  • Tomar a medicação antirretroviral durante a gravidez protege o bebé, impedindo a transmissão do VIH.
  • A cesariana é o procedimento mais seguro, mas é possível planear o parto vaginal.
  • A amamentação não está recomendada.
  • Após o parto e durante algumas semanas, o bebé precisará de tomar medicação antirretroviral.
  • Quando estas indicações são seguidas, menos de 1 bebé em 100 nasce com a infeção pelo VIH.
Se é um homem que vive com VIH
  • Ter relações sexuais desprotegidas com uma mulher seronegativa pode resultar na transmissão da infeção pelo VIH que, posteriormente, poderá transmitir ao bebé.
  • Se a mãe é seronegativa para a infeção pelo VIH, o bebé não pode ser infetado. A infeção não passa diretamente do pai para o bebé.
  • Para avaliar o risco de transmissão nas relações sexuais desprotegidas deve-se falar com o médico assistente - varia de pessoa para pessoa.
  • A "lavagem de esperma" é um processo que remove o VIH do esperma. Permite que engravidar de forma segura.
Partilhar Share to Facebook
Se reside na linha de Cascais, venha fazer o teste para o VIH na SER+

Poderá conhecer o seu estatuto serológico para o VIH, Hepatites B, C e Sífilis, nas instalações da SER+. O teste é gratuito, anónimo e confidencial.

Às 2.ª, 4.ª e 6.ª feiras de manhã, entre as 9h e as 12h30. Às 3.ª e 5.ª, à tarde, entre as 14h e as 16h30.

Não precisa de marcação. É por ordem de chegada.

Qualquer dúvida, contacte-nos para o número: 214 814 130 ou para o telemóvel: 917 553 488.

Se a sua organização trabalha com populações vulneráveis ao VIH, Hepatites víricas e outras ISTs e, se pretende distribuir preservativos gratuitamente assim como ensinar a utilizá-los correta e consistentemente, contacte-nos!
Centro Anti-discriminação e apoio jurídico.
Legislação e Direitos das Pessoas Infetadas pelo VIH e/ou SIDA - ?O desconhecimento dos direitos e os obstáculos ao acesso aos mecanismos de resposta continuam a dificultar a acção perante práticas discriminatórias e, consequentemente, o seu combate eficaz.?
Novo espaço de atendimento às pessoas que vivem com o VIH. Maior acessibilidade e maior regularidade no acompanhamento psicossocial.
Plano Estratégico
Estatutos
Donativos
Facebook
© 2017 SER +. Todos os Direitos Reservados.
Design e Desenvolvimento: Vectweb®SM